A importância da alimentação nas diferentes fases da vida

Gestação

Nesta fase super importante as recomendações nutricionais consideraram as necessidades específicas de cada mulher, fundamentais para o desenvolvimento intra-uterino da criança, evitando o ganho de peso insuficiente e, consequentemente, o baixo peso ao nascer, partos prematuros e riscos no momento do parto. Pode se prevenir  também risco de sobrepeso (associado à pressão alta e eclampsia), bem como o diabetes gestacional e a anemia. As principais queixas (como náuseas, vômitos, azia etc…) pode ser amenizada ou melhorada com a orientação nutricional, que é indispensável para uma gestação mais saudável e tranquila para as mamães de plantão. Durante a lactação (período de amamentação), as necessidades nutricionais também merecem especial atenção, pois a nutriz precisa de mais energia, proteínas, vitaminas e minerais para manter sua saúde e produzir leite com qualidade e em quantidade suficiente para a saúde do  bebê.

Bebês (até 2 anos)

Recomenda-se o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida de modo a garantir proteção à saúde da criança. Como forma complementar de alimentação, o aleitamento deve seguir até os 2 anos. Nesta fase, os hábitos alimentares estão em construção, sendo fundamentais ações e orientações aos pais que estimulem o consumo de alimentos variados, dos diferentes grupos alimentares. É comum observar nas crianças uma falta de apetite, especialmente durante as refeições básicas (almoço e jantar), devido ao fácil acesso às guloseimas (balas, biscoitos, refrigerantes) e à alta incidência de infecções e verminoses. Desta forma, as crianças correm um maior risco de desenvolver doenças crônicas, como por exemplo diabetes, obesidade, devido a alimentação inadequada e exagerada em alimentos ricos de açúcares, gorduras e produtos industrializados. Sendo assim, a alimentação oferecida nos diferentes ambientes que a criança frequenta – creches, escolas, locais de lazer – deve ser sempre monitorada para garantir que ela tenha acesso a uma alimentação saudável.

Nutricionista Clínica Maiara Cristina – CRN10/6236

Artigos similares

0 26

0 16

0 43

Sem comentários

Deixar uma resposta